Abobado

Archive for the ‘Omissão’ tag

Cesar Valente: Benedet e Pedroso, saiam já daí!

leave a comment

Governador LHS et caterva: Festa em Dubai com o nosso cascalhinho (Foto: José Augusto Gayoso)

Não sei como é que pode um estado ter dois governadores em pleno exercício do mandato e nenhum dos dois ter peito pra mandar passear a dupla dinâmica do Movimento Cadeias Abertas (MCA).

Sim, porque se o LHS está em Dubai falando em nome do governo, encontrando-se oficialmente com autoridades locais, convidando empresários a usufruir das nossas belíssimas renúncias fiscais, então ele não está licenciado. E se o Pavan está aqui assinando atos de governo, falando em nome do governo, encontrando-se oficialmente com autoridades locais e convidando empresários a usufruir das nossas belíssimas renúncias fiscais, então ele está mesmo em exercício. Temos, então, dois governadores (houve uma época em que tivemos três, mas agora são “só” dois).

E aí, debaixo dos narizes de dois governadores, nas barbas de dois experientes homens públicos, um deles que pretende ser senador e sonha com a presidência do Senado e outro que pretende ser governador, os dois secretários de segurança (sim, sim, um é chefe virtual do outro e o outro é subordinado in abstrato de um) cantam, dançam e sapateiam sobre a nossa paciência.

Pela porta aberta: Florianópolis – Preso recapturado ao Cadeião do Estreito (Foto: Ricardo Mega)

Parece que LHS e Pavan não sabiam que tinham entregue a segurança estadual e a administração dos presídios a dois dos fundadores do MCA. O Movimento prevê, em seu estatuto, a extinção dos cadeados, a eliminação das tramelas, a revogação da chave Yale, o banimento da chave quádrupla e a liberdade, ainda que tardia, de todos aqueles que se encontram presos em cadeias, presídios e celas do território catarinense.

Pois bem: agora que sabem, por que não tomam uma atitude? Por que mergulham, como das outras vezes, nesse silêncio ensurdecedor? Por que têm medo de agir? Por que se escondem debaixo de providências protelatórias, criando comissões, pedindo relatórios e encaminhando estudos que todos sabemos que levarão a lugar nenhum?

Como já disse o sábio Barão de Itararé, “de onde menos se espera, é daí mesmo que não vem nada”. De Olho na Capital

Written by Abobado

fevereiro 10th, 2009 at 3:03 pm